Publicado em 26 de maio de 2022

SAIBA MAIS - Trabalhei em 2021, vou receber o abono PIS/Pasep esse ano?

No início do ano, entre os meses de fevereiro e março, o Governo Federal depositou o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2020, ou seja, o benefício foi pago para os trabalhadores que exerceram atividade de carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2020.

Todavia, o abono salarial ano-base 2020 foi pago este ano devido a adiamento do governo federal, onde, no ano passado as verbas do abono foram redirecionadas para o Programa de Preservação do Emprego e da Renda (BEm), que vigorou de abril a agosto de 2021.

Nesse sentido, com o pagamento do abono salarial de 2020 nos primeiros meses do ano, será que o governo pode iniciar o pagamento do PIS/Pasep ano-base 2021 a partir do meio deste ano? Ou será que o pagamento do benefício ficará para o ano que vem? Descobriremos agora!

Trabalhei em 2021 quando vou receber o PIS/Pasep?

A expectativa de muitos trabalhadores é de que o abono salarial ano-base 2021 possa ser pago agora a partir do meio do ano, contudo, essa informação não deve ocorrer.

Existem três fatores que inviabilizam a liberação do abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2021 ainda no decorrer deste ano.

Dentre esses fatores temos:

A falta de verba no Orçamento da União, onde o governo disponibilizou recursos para pagamentos exclusivos do abono salarial ano-base 2020.

Devido a falta de anúncios do governo quanto a uma possibilidade de liberação de outra rodada do abono este ano;

Devido a mudança determinada pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) que determina que agora o pagamento do benefício para todos os trabalhadores ocorra no mesmo ano.

No caso do terceiro fator, acontece que para o Codefat entendeu ser um grande problema começar a pagar o benefício em um ano e terminar em outro, principalmente frente ao reajuste do salário mínimo.

Isso porque antes, o abono começava a ser pago em julho de um ano e terminava apenas em junho do ano seguinte, quando já haviam diferenças de valores do salário mínimo, avanços da inflação e outros pontos.

Logo, os trabalhadores que exerceram atividade de carteira assinada em 2021 vão receber o abono salarial em 2023, em um calendário que correrá entre os meses de janeiro e dezembro e que deve ser oficialmente divulgado em janeiro.

Fonte: Jornal Contábil


Voltar a listagem de notícias
Compartilhar